Ir Noeli – testemunho de vida em missão

Ir Noeli – testemunho de vida em missão

Responsável por acompanhar os jovens apadrinhados na missão de Empada (Guiné-Bissau), a Ir Noeli apresenta-nos um testemunho de vida e trabalho em campo de missão.

A missão de Empada, “um jardim” onde cada pessoa é “uma flor única e irrepetível”.
É assim que a Irmã Noeli Bueno, Missionária da Consolata, nos apresenta a Missão da Guiné Bissau na qual vive desde 2017.
Num testemunho cheio de entusiasmo e paixão missionária, a Irmã Noeli apresenta-nos vários detalhes do trabalho que desempenham nos vários setores e entre eles na educação e junto dos jovens que procuram uma vida melhor através dos estudos.
Veja um pouco mais sobre esta missão definida pela Irmã Noeli como “um agradável oásis” AQUI.

Aulas

Moçambique: Aulas ao relento

Em Moçambique muitas turmas têm tido aulas ao relento

Devido à situação pandémica e consequente falta de condições higiénicas de prevenção, muitas são as turmas que têm tido aulas ao ar livre, sem grandes condições. Muitos deles passam a aula sentados no chão e debaixo de árvores, à mercê do frio e do vento que se faz sentir em várias zonas do país.
A ministra da educação Carmelita Namashulua já veio às redes sociais apelar para que líderes comunitários, juntamente com os gestores escolares encontrem soluções para esta problemática.
É neste contexto que, neste momento, os nossos alunos apadrinhados estão a estudar!

Moçambique: Professores mal remunerados

Em Moçambique os professores queixam-se de horas extraordinárias não pagas

No presente ano letivo, com as aulas presenciais alargadas para o sábado, são muitos os docentes que reclamam de falta de pagamento dessas horas extraordinárias.

Guiné-Bissau: Ano letivo em perigo de anulamento

Greves de docentes na Guiné-Bissau põe em causa ano letivo

Desde o início do ano letivo que os alunos da Guiné-Bissau, entre estados de emergência e constantes greves de docentes, apenas contam com cerca de 3 meses de aulas presenciais.

Estudante

Em Moçambique o ano letivo 2021 já arrancou

Foi no dia 22 de março, que começou o novo ano letivo em Moçambique,  já com aulas presenciais

Com grandes incertezas, devido ao contexto pandémico em que se está a viver, o governo decidiu implementar mais medidas para prevenir a expansão do contágio.

Subcategorias