Guiné-Bissau: Ano letivo em perigo de anulamento

Greves de docentes na Guiné-Bissau põe em causa ano letivo

Desde o início do ano letivo que os alunos da Guiné-Bissau, entre estados de emergência e constantes greves de docentes, apenas contam com cerca de 3 meses de aulas presenciais.

Estudante

Em Moçambique o ano letivo 2021 já arrancou

Foi no dia 22 de março, que começou o novo ano letivo em Moçambique,  já com aulas presenciais

Com grandes incertezas, devido ao contexto pandémico em que se está a viver, o governo decidiu implementar mais medidas para prevenir a expansão do contágio.

Estudante

Guiné-Bissau em estado de calamidade

Aulas suspensas na Guiné-Bissau

Com o aumento do número de casos de Covid-19 na Guiné-Bissau, fevereiro iniciou em estado de calamidade. As autoridades iniciaram o estado de alerta no país no início deste ano e agora os alunos veem-se obrigados a estar sem aulas, com a suspensão do ano letivo.

Moçambique sofre com várias tempestades

Moçambique sofre com várias tempestades

A época das chuvas, este ano, tem trazido várias intempéries

De outubro a abril, em Moçambique, com a chegada do calor, vem também a época das chuvas. Estes últimos anos têm sido atípicos com várias tempestades ciclónicas que se formam no Canal de Moçambique.

2º período escolar na Guiné- Bissau, inicia com greve geral

2º período escolar na Guiné- Bissau, inicia com greve geral

O ano civil na Guiné-Bissau iniciou com uma greve geral da função pública, não só ao nível do ensino, como também ao nível da saúde

Esta greve demorou a primeira semana do mês e em causa estavam o pagamento das dívidas ao pessoal contratado do setor de saúde e o pagamento e admissão definitiva de todas as categorias dos professores no quadro.

Subcategorias